6 de abril de 2011

Fotografia e arte







Esta postagem cai muito bem agora que vivemos entre polêmicas do processo industrial da carne. A exposição de Miru Kim, uma artista nova-iorquina que explora o universo de fazendas suínas e tem como tema "O porco que, logo existo", está na Doosan NYC's Gallery. Para sua última série, a artista nascida na Coréia, justapõe o seu próprio corpo nu  com  cerca de 300 suínos, explorando os espaços e as semelhanças entre humanos e animais.

Um comentário: